sábado, 1 de outubro de 2011

Bosta Nova



Eu estava ficando cada vez mais encabulada com aquela conversa, era como um pavio que ia queimando aos poucos até que explodisse.
" Ah, será que ele vai indicar mesmo ela?"
"Não sei filho, tem mesmo é que esperar o paredão"
"Mas eles tavam tão amigos! Ele seria muito babaca"
"Mas é um jogo..."
Então, explodiu.
" AH QUER SABER? Nós vivemos num mundo anormal, sádico, doente, sanguinário, onde a regra é a falta de regras, um mundo tenebroso, onde o homem é cada vez mais o lobo do próprio homem. Um mundo de guerras de massacres, alicerçado no ódio na iniquidade e na violência. Acrescente nisto tudo a poluição atmoférica, poluição sonora, poluição moral, a degradação da cultura, falência dos serviços públicos, colapso do trânsito, a morte da urbanidade, da cordialidade, da soliedariedade humana... E existem pessoas que ainda conseguem estar preocupadas com o próximo capítulo do BBB".
"..."
"..."



Nenhum comentário: