sábado, 19 de maio de 2012

As palavras, muitas vezes semelhantes
Mas os sentimentos, sempre desiguais.

Um comentário:

Gabriel P. Knoll disse...

As palavras semelham ser semelhantes, mas não são - neste caso. ;)