quinta-feira, 28 de novembro de 2013

I

Será que te verei
será, meu bem
pois desde o último mês
sobre nós, nada sei

Cometerás novamente o sequestro
de meus sentimentos e roubar meus versos?
Cantarás nossa história
me devorarás com mais mistério?

Quem me dera tudo fosse assim
como escrevo todo o tempo
como labirintas em meu pensamento
quem me dera não termos fim

Nenhum comentário: