domingo, 12 de agosto de 2012

Perpétuo

Vivo paixões imaginárias
e nunca chegarei ao dom
da concretização


Também não tenho a doçura do canto de um amor bonito
pois quase não amei e quando amei, amei ferida
temendo um adeus inesperado, amei contraditória
na órbita do medo que pus em minha vida
mas dei ainda de cantar apenas minhas vitórias

Nenhum comentário: